Pages

Thursday, August 25, 2005

España, mi amor, mi miedo

Ainda com Sarsfield – era bom que ele se decidisse.

O investimento espanhol em Portugal caiu 61% em 2004, ano em que o investimento de Espanha no estrangeiro quase duplicou, como referiu Paulo Ferreira no Jornal de Negócios de 16. Nos últimos dois anos, meio milhar de empresas espanholas abandonou o nosso país. Eis a nova ameaça espanhola.
---

Se presença espanhola é porque eles são invasores e conseguiram por via económica o que não conseguiram militarmente. Se não há presença espanhola é porque eles são uns egocêntricos traidores e arrogantes que nos tratam abaixo de cães.

Os espanhóis (essa entidade abstracta) ou são os maus da fita *ou* são os maus da fita. Em bom português popular – preso por ter cão, preso por não ter.

Não estará já na altura de acabar com as nostalgias integracionistas e abolir expressões xenófobas declaradamente nacionalistas referentes à “invasão espanhola”, “ameaça espanhola”, “perigo espanhol”? E que os indecisos se decidam de uma vez. Esta dicotomia de amor e ódio por Espanha é extremamente pueril.

Sorte têm os portugueses de que estas coisas não se saibam do outro lado da fronteira ou já nem aceitariam vender combustível a ninguém.
Post a Comment