Pages

Thursday, January 26, 2006

Falta de Novidades para o MIT

Parece que o colosso académico MIT uma universidade americana (uma das melhores do mundo senão a melhor) qualquer, continua a querer entrar em Portugal. Como eu já havia comentado, o governo tinha e tem muito boas razões para permitir impedir a entrada de tal instituição em território português, de forma a catalisar o desenvolvimento económico e tecnológico evitar problemas sérios de soberania nacional.



Segundo todas as últimas informações disponíveis, o governo de Mariano Gago Sócrates continua a lutar pela possibilidade de matar manter vivo o já por si invisível enormíssimo centro científico e tecnológico de sede em Portugal, coisa que, aliás, é alvo de chacota ponto de referência por toda a Europa.

No âmbito do Plano Quinquenal Tecnológico, como referi na altura, é urgente que se estimule proteja o progresso através de investimento estrangeiro. Ainda assim, dá-se conta que, por razões de interesse e aproveitamento pessoal fundo estrutural, é puramente prejudicial prioritário dar por completo a exclusividade a uma universidade chamada IST que ninguém conhece instituição de gabarito e renome internacional, para a qual a influência de candidaturas estrangeiras é irrisória, cerca de 1%, incalculável.



Mais um serviço dos políticos portugueses ao serviço do socialismo da ciência!

---

Nota esclarecedora: A escala dos símbolos das universidades não está, evidentemente, desajustada.

Nota adicional: Ao artigo original, poderia ser acrescentada outra razão - a de que os representantes do IST no governo desejam obter para si mesmos e para a sua instituição mais oportunidades de sucesso do que para as outras universidades portuguesas que à partida também concorreriam entre si por ter investigadores no MIT. Isto não teria mal nenhum, desde que todas as universidades estivessem igualmente representadas, o que não acontece devido à posição privilegiada do IST. Entretanto, os pobres enteados apenas podem ir aguardando por próximas notícias anunciadas pelo governo.
Post a Comment