Pages

Wednesday, January 11, 2006

Servidão no seu estado mais puro

China mantém política de um só filho

A China vai dar continuidade nos próximos cinco anos à política que só permite aos casais ter um filho, num esforço para estabilizar a baixa taxa de natalidade, refere a imprensa oficial, citando o ministro chinês da tutela.

"A actual política de planeamento familiar foi bem aceite, porque decorre das condições básicas da China e das regras de crescimento da população, e portanto vai manter-se no plano de desenvolvimento a cinco anos para período de 2006-2010", disse Zhang Weiqing, ministro da Comissão Estatal de Planeamento Familiar e Populacional, citado pela agência de notícias oficial chinesa Nova China.

(...)

"Qualquer alteração às políticas de planeamento familiar têm que ser submetidas ao Conselho de Estado, o governo central chinês, e os governos locais não têm poder para efectuar qualquer alteração," disse o ministro.

(...)

A multa para os casais urbanos que tenham um segundo filho pode chegar aos 150 mil reminbi (15,41 mil euros).
Post a Comment