Pages

Monday, January 30, 2006

Reductio ad absurdum

Hoje nevou em Lisboa. Diz quem sabe que a última vez foi em 1954. Diz quem viu que nunca mais esqueceu. Diz quem não estava, que nunca viu nevar na vida ou as vezes que o fez, não foram, evidentemente, em Lisboa.




[Cortesia de Rui Gramacho]

Pessoalmente, nunca havia visto neve. Nem o mais reduzido dos flocos. Isto só pode ser uma prova irrefutável do arrefecimento global.
Post a Comment