Pages

Thursday, October 20, 2005

Dúvidas socialistas II

Uma marxista que se preze aparece sempre com o discurso dos malefícios do capitalismo associado ao desprezo pelos trabalhadores (os escravos da burguesia) e pelas minorias sociais desfavorecidas. Por esta mesma razão, são críticos do nacionalismo e da xenofobia.

Ora, um marxista que se preze apoia também o proteccionismo económico como medida de defesa contra as potências imperialistas que pretendem colonizar o seu país e explorar a capacidade de trabalho das forças proletárias com mais medidas capitalistas levando, ainda por cima, os fundos económicos para o estrangeiro, para longe destas mesmas forças proletárias.

Por outras palavras, um marxista consegue ser ao mesmo tempo crítico do nacionalismo e das divisões raciais enquanto apoia medidas proteccionistas da economia para evitar invasões estrangeiras. Simultaneamente, defende que não devemos tomar atitudes discriminatórias nem colocar imposições de imigração para com os estrangeiros porque somos todos iguais e distinguir raças é ser neonazi mas acha que os estrangeiros são exploradores da mão-de-obra nacional e que os os trabalhadores nacionais são mais importantes do que os estrangeiros (até mesmo os camaradas de leste).

Um marxista que se preze fala dos efeitos nefastos que o capitalismo tem sobre o ambiente. Qualquer bom comunista aprende à sua nascença a expressão “impacto ambiental” dizendo também que é responsabilidade das instituições estatais regular este mesmo problema causado pelas “forças reaccionárias” e pelas políticas neo-liberais selvagens. Um marxista que se preze apoia também o controlo do mercado, que é o causador dos desequilíbrios sociais, e a sua nacionalização.

Por outras palavras, um marxista consegue ser ao mesmo tempo crítico do impacto que a actividade humana tem sobre o ambiente (do qual o ser humano até faz parte) e da busca natural de soluções que o mercado executa para tentar por fim a esse mesmo problema, já que ele prejudica os próprios seres humanos.

Alguém me sabe dizer se já foi feito algum estudo neurológico que medisse o tamanho das (telo)dendrites e dos axónios desta gente?
Post a Comment