Pages

Wednesday, March 08, 2006

Dia Internacional da Mulher

Depois de passarmos o dia inteiro a ouvir que as mulheres também são seres humanos que têm sentimentos, que são pessoas normais como os homens e que podem desempenhar também as funções tradicionalmente designadas a elementos do sexo masculino, pergunto-me se, com tanta recente adoração de culturas externas, muita gente não passou a julgar que se encontra no seio de alguma sociedade islâmica.

Como se não fosse suficiente, a outra metade do dia é passada a ouvir estatísticas sobre níveis de desemprego e baixos salários que provam que a mulher é vergonhosamente discriminada perante o homem. Muito bem, muito bem. Só é preocupante que não expliquem a estranha razão pela qual os sempre gananciosos empresários, ávidos pelo lucro financeiro, não correriam todos a contratar mulheres se pensassem que a sua produtividade era semelhante à dos homens e os custos mais reduzidos. Curiosamente, e porque é algo incómodo, hoje ninguém fala da lógica do economicismo.

Entretanto, e porque segundo o que li, o PS está decidido em implementar quotas no Parlamento, fico muito bem sem saber se o restante 1/3 não deveria ser composto por hermafroditas. Onde estão as vozes de BE quando mais precisamos delas e a discriminação real existe?
Post a Comment