Pages

Tuesday, May 09, 2006

Meus senhores, sejam realistas

Está-se sempre a falar do Grande Satã, do Grande Satã, de como não gostamos do Grande Satã e também de como devemos livrar-nos do Grande Satã e das suas influências.

Mas existe um problema gravíssimo e tendencialmente recorrente com todos estes grupos contra o Grande Satã. Estes portadores de um indiscutível e tão característico fervor religioso (que muitas vezes assume traços fundamentalistas) já deveriam saber que precisam praticamente sempre do Grande Satã para vencer os restantes inimigos, nomeadamente os restantes sobreviventes da Guerra Fria, o principal problema da Guerra Fria, os eventuais problemas da inteligência artificial e da engenharia biológica (coisas das quais os sobreviventes da Guerra Fria também não gostam nada) e os outros dilemas relacionados com o aumento dos preços das pastilhas elásticas devido aos preços do barril crude.

Reclamam pela sua existência e queixam-se de que ele está em todas. Mas quando não está, reclamam também devido à sua passividade. Vá lá. Confessem. Vocês precisam do Grande Satã.
Post a Comment