Pages

Wednesday, November 23, 2005

O camarada fala sobre liberdade




Jerónimo de Sousa diz ser o melhor defensor da Constituição

"Nestas eleições milhares de jovens votam pela primeira vez e a liberdade para eles é natural. Mas a democracia não é apenas liberdade política, é também social, económica e uma questão de soberania", disse o candidato."


Mais uma vez, serei forçado a relembrar esta notícia?


Comunistas 'reabilitam' o mandato de Estaline


O Avante!, órgão central do PCP, "reabilitou" nas duas últimas semanas o dirigente comunista mais polémico de sempre. Após um longo período de silêncio, Estaline voltou a estar em foco no semanário comunista a propósito do 60.º aniversário do fim da II Guerra Mundial na Europa. O jornal dedicou mesmo uma notícia, na sua última edição, ao antigo ditador soviético sob o título "Estaline homenageado".

(...)

Leandro Martins, que é membro do Comité Central do PCP, vai mais longe "Estaline teve o seu papel na vitória ao lado do povo." O chefe de Redacção do Avante! não estranha, por isso, que na Rússia actual "voltem a aparecer cidades em que se dá o nome de Estaline a ruas".

O antigo ditador, responsável por milhões de mortos na extinta URSS (ver caixa), é qualificado de "revolucionário soviético" pelo chefe de Redacção do Avante!. Leandro Martins elogia o regime que vigorou em Moscovo entre 1917 e 1991. Na sua opinião, foi "a mais brilhante conquista da história da humanidade".

Este membro do Comité Central denuncia aqueles que, na Rússia actual, mencionam os "crimes" (escrevendo a palavra deste modo, entre aspas) de Estaline. E contrapõe o antigo ditador soviético ao Prémio Nobel da Paz Mikhail Gorbatchov, último líder da União Soviética, enaltecendo o primeiro e denegrindo o segundo.

(...)

Nessa edição, num texto assinado por Luís Carapinha, dizia-se que o regime estalinista "salvou a Europa e o mundo do fascismo e abriu novos horizontes à luta de libertação dos povos".


Como é que o líder de um partido que partilha as mesmas ideias de Estaline (tanto que até o reabilita) se atreve a falar de liberdade política, económica e social? Como é sequer possível que ainda exista gente que acredite em tudo isto?
Post a Comment