Pages

Friday, August 18, 2006

Lei da inércia mental

Dos boatos às ilações, o Saboteur sugere que possam ser os modelos físicos e matemáticos a derradeira explicação para a heresia capitalista que por aqui se comete. De onde vem esta súbita e peregrina relação causa-efeito? É que tanto quanto esta ciência do oculto e adivinhação permite concluir, talvez seja a opinião sobre Majorana um perigoso resultado proveniente de alguma duvidosa análise de custos de oportunidade e elasticidade de preços. Nestas coisas nunca se sabe e, pela via das dúvidas, possivelmente é melhor dar razão a quem não é suspeito de cooperar com a liberdade económica.

Por exemplo, a teoria da conspiração sobre os físicos, os matemáticos e as elites capitalistas é muito interessante. Mas está fundamentada em quê, exactamente? No perigoso e neoliberal teorema fundamental da álgebra? No facto de a lei da oferta e da procura ser proto-fascista e não ter lugar no modelo padrão de partículas e forças fundamentais? No de que a lei da gravitação universal é reaccionária e não há razão pela qual lhe devemos obedecer?



Aguardam-se novos desenvolvimentos neste magnífico campo de investigação multidisciplinar que pouco tem que ver com o uso real de física estatística e outras conclusões sobre processos considerados estocásticos em economia.

---

Nota: Saboteur, veja lá se resolve as suas desavenças com o problema filosófico com que deseja atacar as minhas opiniões. Primeiro era o modelo neo-clássico porque eu era economista, agora é a formulação matemática e teórica porque sou físico. Será amanhã a teoria geral do direito civil e a jurisprudência porque sou advogado e estes são evidentes servos do grande capital? E para mais, como resolvemos este enigma económico? E este, que parece ainda não ter tido uma resposta concreta?

Nota 2: O Filipe Moura e o establishment científico de (extrema-)esquerda devem ser uma conspiração da CIA.
Post a Comment