Pages

Sunday, June 11, 2006

O magnífico crescimento de 1%

O André escreve pouco mas quando o faz, resume de forma muito eficaz tudo o que é essencial. A ler na totalidade: Spin estatístico

---

Nota: Um líder de um partido neoliberal da nossa praça concorda plenamente com o que é dito pelo André tendo feito ontem as seguintes afirmações:

  • O crescimento registado no primeiro trimestre do ano não significa que o país esteja em retoma económica, recusando "excessos de optimismo".
  • "Trata-se de valores comparados com período homólogo do ano passado, em que o crescimento foi zero. Há um valor ligeiramente crescente e não digo que seja uma desgraça, mas não se embandeire em arco"
  • O crescimento de um por cento representa a "recuperação lenta e gradual" da economia
  • "Eu teria mais cautelas. Os excessos de optimismo, depois, acabam por se virar contra quem faz essas afirmações", contrapôs, argumentando que "Portugal precisa de muito mais crescimento económico".
  • O Governo deveria "encontrar medidas concretas que levem a esse crescimento"
  • "Só este anúncio é curto. Precisamos de mais e de uma política diferente no plano económico", sublinhou, sustentando que esse crescimento da economia não significa a retoma ou a recuperação económica
  • "Verificou-se algum retrocesso do investimento estrangeiro e privado"
---

Nota 2: Na verdade, uma errata. Peço desculpa, deixei-me levar pelo discurso. Afinal, era apenas o camarada Jerónimo.
Post a Comment