Pages

Friday, June 16, 2006

Hawking e as soluções lógicas

Stephen Hawing terá feito umas afirmações muito politicamente (in)correctas acerca de qual será/deve ser o caminho a seguir pela humanidade de forma a garantir a sua sobrevivência. Em notícia comunicada pela AP, Stephen Hawking ter-se-á pronunciado da seguinte forma:

«The survival of the human race depends on its ability to find new homes elsewhere in the universe because there's an increasing risk that a disaster will destroy Earth, world-renowned physicist Stephen Hawking said Tuesday.

(...)

"We won't find anywhere as nice as Earth unless we go to another star system," added Hawking, who came to Hong Kong to a rock star's welcome Monday. Tickets for his lecture Thursday were sold out.

Hawking said that if humans can avoid killing themselves in the next 100 years, they should have space settlements that can continue without support from Earth.

"It is important for the human race to spread out into space for the survival of the species," Hawking said. "Life on Earth is at the ever-increasing risk of being wiped out by a disaster, such as sudden global warming, nuclear war, a genetically engineered virus or other dangers we have not yet thought of."»

Poderá parecer à primeira vista que Hawking é um activista de uma organização qualquer ao estilo Greenpeace, mais um maníaco - politicamente falando - que aponta constantemente as catástrofes iminentes e o apocalipse que se seguirá, etc. mas não. Hawking limita-se a dizer que o risco de acontecer um desastre aumenta com o tempo (o que é verdade, se se observar o historial geológico, climático e geofísico do planeta), apelando a "causas" conhecidas e que os seres humanos devem colonizar o espaço para evitar serem exterminados, coisa que já aconteceu várias vezes com milhares de espécies ao longo da história deste miserável planeta.

A declaração não teria nada de particularmente relevante não fossem as reacções que está a causar. Na verdade, se ninguém tivesse dito nada, Hawking poderia ser visto como mais um anunciante do dia do juízo final mas são os próprios anunciantes do costume que estão a criticá-lo sugerir tal resolução. Passe a explicação.

Como deve ser do conhecimento geral, a tese dominante é de que existe um aquecimento global inquestionável na Terra e que é causado pelo ser humano, ou seja, de origem antropogénica. Esta tese é acompanhada pela outra - também não verificada - de que podemos alterar o rumo do clima do planeta, esteja ele a ser alterado de forma própria ou por razões da actividade humana. Ora, o que Hawking diz implica necessariamente que a solução não é reverter o estado climatérico do planeta mas sim habitar outros onde se estabelecessem a pequena escala colónias que suportassem o ambiente necessário para a vida humana. Ou seja, Hawking não partilha, ao menos nas suas afirmações, da histeria geral vigente de que os governos devem impedir que o planeta embarque numa espiral destrutiva, bloqueando o próprio desenvolvimento das sociedades. Como deve dar para imaginar, isto não assenta muito bem na população em geral e nem mesmo no mundo científico, que supostamente deria ser um pouco mais racional.

Na mesma notícia, pode ler-se a reacção de Joshua Winn, astrofísico do MIT:

"The prospect of colonizing other planets is very far off, you must realize," he said.
Hawking's "work has been highly theoretical physics, not in astrophysics or global politics or anything like that," Winn added. "He is certainly stepping outside his research domain."

Alan Guth (MIT), pai da teoria da do universo inflacionário (modelo aceite actualmente) comenta também de forma negativa mas não tenta desautorizar Hawking. Mas nada disto denuncia o que está por trás. Claro que se poderia considerar que são críticas feitas com base científica. Certo. Mas felizmente (ou infelizmente), hoje existem coisas como a blogosfera e isso torna tudo muito mais interessante. A título de exemplo, no Cosmic Variance, Clifford Johnson, físico da University of Southern California escreve o seguinte:

Let’s Go Screw Up Some Other Planets!


«I’m all for exploring space and the like…. And settling in new places? Sure…. But only when the time is right, and for the right reasons. If Stephen actually said what was reported (I can imagine that a lot was left out by the reporters, resulting in significant distortion), I’d have to disagree on his suggested motivations (largely fear, it seems), and the timing is just way out.

Further, we’ve got stuff to do here, fixing up our messes here on earth…. we’ve no business spreading out more until we’ve grown up as a species, learning how to be less destructive and less prone to war.
Right now we’re a willful adolescent, at best. Probably a toddler.»

A autora do GrrlScientist, que é bióloga molecular, diz o seguinte:

«I like Stephen Hawking, but someone needs to have a little chat with him because today's comments are simply ridiculous. In fact, his comments make me wonder why humans won't do the right thing for a change, by doing what is necessary now to avert disaster on earth, our only home, instead of following Hawking's suggestion to evacuate the planet? It disgusts me to know that some people -- yes, even scientists, who should know better! -- think it is acceptable behavior to abandon earth after we have finished trashing the place, rather than changing our behavior to prevent things from worsening and also trying to fix the mess that we created -- just as our mommies wanted us to do when we were wee brats.

(...)

I think Hawking's idea is absolutely stupid!»

Claro que a ideia de Hawking ignora que os outros planetas também sofrem catástrofes e que há alterações climáticas muito bruscas mas é curiosa a reacção exarcebada de todos aqueles que costumam ser os primeiros defensores da exploração espacial. Ou melhor, defensores quando há que defender a ideia de que os fundos para áreas relacionadas são bem-vindos e do interesse profissional, claro. No geral, tirando os que estão a citar Hawking como se ele fosse uma prova de que o aquecimento global existe (reparar que diz "sudden" e nem propõe uma resposta ortodoxa), mais comentários podem ser lidos por aí na blogosfera, nomeadamente que:

  • a colonização espacial não pode resultar porque se o governo não admite o aquecimento global, então também não apoiará a exploração espacial [link]
  • Hawking está a servir de argumento para os que pretendem justificar crenças religiosas de que não nos devemos responsabilizar pelo mundo [link]
  • Hawking decidiu desistir de combater o aquecimento global (repetido dezenas de vezes) [link]
  • está errado porque todos os perigos que enfrenta a humanidade foram criados por si própria e o avanço tecnológico é o mal (mais um bocadinho e os humanos também criaram o Universo ou devemos matar a espécie para que ... a espécie não tenha problemas) [link]
  • (a minha preferida) Hawking é um sionista/imperialista assassino que agrediu e invadiu a Palestina e agora planeia também invadir o Sistema Solar e a humanidade não deve sobreviver, antes sim, ser eliminada [link]
A fauna pode ser encontrada aqui à medida que se vai actualizando.
Post a Comment